Funk Como Le Gusta – Festival de Arte Serrinha 2016

f Share

23 de julho

Abertura da casa: 20:30 H

Horário do show: 23:59 H


Ingresso antecipado: R$ 30,00

Ingresso na porta: R$ 70,00


Ingresso na porta - estudante: R$ 35,00

fclg a nave

O ÁLBUM:

A NAVE MAE SEGUE VIAGEM

FUNK COMO LE GUSTA

por Patricia Palumbo

 

Desde que os ritmos AfroCubanos viraram a cabeça dos músicos norte americanos nas décadas de 20 e 30 o jazz nunca mais foi o mesmo. Gene Krupa, Xavier Kugat, o encontro de Dizzy Gillespie com Mario Bauza, Tito Puente e Stan Kenton. A lista é enorme.

Por toda a América a polirritmia africana se impôs. Uma música criada para sobreviver aos maus tratos, ao banzo – não podemos esquecer, e com uma força transformadora.

Aqui no Brasil deu no samba e nas maravilhosas orquestras de baile como a inesquecível Tabajara de Severino Araujo. Bailes de gafieira, bailes de charme, música boa pra ouvir e pra dançar.

O FCLG faz parte dessa linhagem. Uma bigband com um naipe de sopros infernal, percussão africana, latina e portanto brasileiríssima. São 17 anos de muito groove, suíngue e alto astral.

O novo disco “A Nave Mãe Segue Viagem” confirma essa caminho. Um album delicioso pra curtir do começo ao fim. Abre com o baixo marcando o clima em Auto Carro Veloz e ele volta forte com cara de Tim Maia Racional em Você Verá. Wati Wati faz sorrir e pensar na praia. Pappa Girl é puro James Brown com a assinatura inconfundível dos sopros do FCLG. Som de Preto tem deliciosos riffs de guitarra, suave. Motown Song lembra os deliciosos bailinhos da minha adolescência, é pra deslizar na pista. Volta o beat com Yeah, Yeah, Yeah que nos leva pro baile charme dos anos 90, que tempo bom! Tudo no Lugar lembra Miles Davis e Wayne Shorter, clima jazzy com o lindo solo de saxofone. Funk Nu a Murit traz sopros e teclados com um acento oriental.

 

O Funk Como Le Gusta está na minha vida há quase 20 anos. Acompanho de perto desde o começo. Uma banda brasileira com carreira consistente, grandes músicos e que segue a risca aquela máxima de Rita Lee: leve a sério a brincadeira. É sempre delicioso quando chega um disco novo. Nesse tempo de playlists dar uma geral no repertório do FCLG é garantia de sucesso! Essa mensagem do bem que vem nas letras de Nave Mãe e que fica implícita nesse convite pra dançar é o que precisamos agora. Foi dançando e cantando que civilizações escaparam da barbárie. Façamos o mesmo! Bem vinda Nave Mãe! Vamos embarcar!

 

 

 

 

 

A HISTORIA:

por FCLG

 

É nítido, estamos em plena renovação mundial.

As novas gerações indicam a retomada do alinhamento humano com a natureza e suas leis mais primordiais.

Em meio a tantas massificações, fórmulas repetidas e futilidades comerciais, um crescente e seleto grupo de pessoas está engajado em manter o fluxo da evolução e da Paz.

Desponta no horizonte o Funk Como Le Gusta em sua sonora nave!

Os aclamados mensageiros do balanço orbitam rumo aos corações e mentes antenados à constante evolução, com seu 4º álbum totalmente inédito. “A Nave Mãe Segue Viagem…”.

O influente grupo paulistano foi fundado em 98 e se fortaleceu a partir de inesquecíveis Jams Sessions que sacudiram a cidade naquela época.

A trajetória foi fantástica! O grupo logo firmou seu estilo único e desde então, com tamanho sucesso e respeito da crítica e do público protagonizou gravações, shows e especiais televisivos com os maiores nomes da música brasileira das últimas décadas.

Até então foram 3 álbuns autorais e um DVD, além de incontáveis de shows quase sempre catárticos, cuja imagem comum é a de uma multidão em extase na pista ao final, com o som compacto e potente da big band batendo forte nas caixas de som.

A nave mãe nos sobrevoa agora novamente!

O novo álbum e o novo show trazem canções poderosas e cruas que mixam surpreendentemente o old school ao que há de mais moderno e autentico, como sempre imprimiram em sua trajetória.

Na tripulação estão os músicos e produtores de primeira classe da cena de São Paulo e você é o convidado principal para acompanhá-los nessa novíssima jornada!

As escotilhas estão abertas…

Entre e aperte os cintos!

 

Funk Como Le Gusta é:

 

Kuki Stolarski – bateria

Sérgio Bártolo – baixo

Emerson Villani – guitarra e voz

Eron Guarnieri – teclados e voz

Décio 7 – percussão

Kito Siqueira – sax alto e barítono

Tiquinho – trombone

Hugo Hori – sax tenor, flauta e voz

Reginaldo 16 – trompete e voz

Cláudio Cambé – trompete

Pontos de Venda

Em virtude do cenário atual, não estamos trabalhando com pontos de vendas.
Ingressos apenas virtuais, através do nosso site!