A Terra Em Canta – Festival de Arte Serrinha

f Share

08 de julho

Abertura da casa: 20:00 H

Horário do show: 23:59 H


Ingresso na porta: R$ 20


Ingresso na porta - estudante: R$ 10,00

Vem ai mais uma noite de amigos e de bem querer no nosso Galpão Busca Vida .
No palco, amigos de longa data e que vieram desta vez para fazer nossos corações dançarem, e nos ajudarem nesta celebração de abertura dos 16 anos de festival Arte Serrinha; que neste ano traz o tema De Quem é Esta Terra. www.arteserrinha.com.br

Artistas Confirmados:

-Rafael Schmidt:
Sua trajetória na música começou muito cedo, aos 4 anos quando começou a tocar bandolim. O ambiente artístico em que nasceu, favoreceu seu aprendizado autodidata e aos 10 anos de idade já dedilhava como adulto o violão.

Todos já notavam seu talento inato, e incentivado pelo pai compôs sua primeira música aos 12 anos. A canção recebeu o nome de “antigamente era assim” e 6 anos depois deu origem ao seu primeiro Cd homônimo.

Esse Cd foi lançado no Programa Senhor Brasil da Tv Cultura, comandado por Rolando Boldrin.Rafael Schimidt tinha apenas 18 anos, mas já tinha em seu currículo uma passagem importante, em que aos 17 anos foi premiado na categoria interprete de violão erudito, em Sp, no concurso nacional do Conservatório Souza Lima.Ele ficou em segundo lugar, enquanto o vencedor tinha mais do dobro de sua idade.

No ano seguinte, o Cd “Antigamente era assim” ultrapassou as fronteiras quando Rafael participou do Festival Drehmoment em Dusselford Alemanha.

Aos 20 anos lançou seu segundo Cd em São Paulo, ao lado do cantor e compositor José Domingues. O Cd recebeu o nome de “São Paulo em tempos de saudade”.

O terceiro Cd não demorou nem um ano pra ficar pronto, e logo o público pode conhecer “Outras histórias”, que veio no ano seguinte, produzido por Swami Jr e lançado no Sesc Vila Mariana em sp, para 500 pessoas.Além de engraçado, bem humorado, e talentoso, Rafael Schimidt tem uma sede de produzir incessante e desde que começou, nunca parou.Foi então que veio o quarto cd foi nomeado “Desenhando”, logo após o sucesso do terceiro quando Rafael ainda tinha 22 anos.

Com influências de Baden, Rafael Rabelo, Paco de Lucia, e Yamandú Costao jovem talento deixou de ser uma promessa para se tornar realidade.Com um estilo erudito, mesclado com caipira, Schimidt tem como resultado uma musica brasileira exótica, única, e autentica.

E foi essa combinação excepcional que encantou um de seus ídolos e referência Yamandú Costa, com quem teve o prazer de duetar em um show para 2000 pessoas em Bragança Paulista.O gênio Yamandú, não poupou elogios a Rafael Schimidt.Rafael é uma maquina de composição de altíssimo nível e tem em torno de 80 musicas autorais.E para a alegria dos apreciadores de música de qualidade, ele está lançando seu quinto álbum, intitulado “Novo Tempo”, tem participações de Tuco Pelegrino, parceiro de Monarco, Dudu Nicácio, Alex Souza entre outros.O jovem violonistaja tocou também ao lado de no

– Oleo Sobre Tela:
Formado em 2004 por músicos amadores e quase todos ligados às artes plásticas botequins e literatura, o som da banda varia entre ritmos regionais, MPB, hard core e pop rock sem perder o charme da pegada setentista do rock sujo e crú. Suas letras dissertam sobre mitologia, questões religiosas, história da arte, a mulher do vizinho, histórias em quadrinhos, desilusões amorosas e foragidos de guerra, tudo isso entre ciações literárias e a boa e velha provocação ao público que acaba se tornando mais um,se não o mais importante, integrante do conjunto.

-Baque Lua Cris:
Nascido nas terras altas de Bragança Paulista, no estado de São Paulo, o grupo conta com 13 integrantes, sendo eles: Chico Terra, Heri, Fael, Maca, Du, Cristiano Alfer, Alex Mell, Vini Vieira, Digão(e 1 no exterior, Matheus) e elas: Silvinha, Zazá Palmeira e Milena. Como operador de som Carlos Guilherme. Divididos entre batuqueiros e brincantes, nos caracterizamos atualmente, pelo estudo e re-criação das manifestações populares brasileiras, no seu carater musical e em forma de danças, como o Maracatu, Coco, Ciranda, entre outros.

-Cidade Fantasma: Em 2012 a calma consumia os dias da pacata cidade de Extrema, localizada no extremo Sul de Minas e reverenciada por sua exuberante natureza e tranquilidade quando o silêncio foi quebrado.
Um grupo de amigos frequentadores de eventos culturais locais, oficinas e aulas de música, audições e workshops sentiu a necessidade de iniciar um projeto musical despretensioso, ousado e experimental.
Após alguns encontros no ponto de cultura local já era possível ouvir a fusão de instrumentos percussivos regionais elementos que caracterizam a fúria do rock, do rap, do soul e do funk. Letras que fundiam as experiências e a visão de realidade de cada um dos integrantes foram tomando forma e se misturando ao flow das batidas percussivas que caracterizam a sonoridade do grupo.
Nascia a Cidade Fantasma, que logo após algumas apresentações sentiu forte apoio do público local, lhe conferindo força para buscar cada vez mais inspiração no dia a dia e na realidade social, cultural e musical brasileira.

– Banda Superdose

DJ DaVida

Todos são bem-vindos a essa celebração! Tim-Tim!
☛ SERVIÇO
Sábado, 08 de Julho
– Abertura da casa às 20h30
*Cartões VISA e MASTER (apenas débito)
*Estacionamento em frente ao Galpão – valor único R$ 10,00

Pontos de Venda

Em virtude do cenário atual, não estamos trabalhando com pontos de vendas.
Ingressos apenas virtuais, através do nosso site!