Meia Noite Se improvisa – Especial 20 anos!

f Share

10 de junho

Abertura da casa: 20:00 H

Horário do show: 23:59 H


Ingresso antecipado: R$25,00

Ingresso na porta: R$ 50,00


 

 

 

 

E as comemorações do nosso aniversário de 20 anos não param!
Noite música de amigos para amigos! Vamos receber artistas que estão com a gente desde o início da nossa casa para celebrarmos juntos essa data especial.

Texto do amigo Quique Brown:

18716536_10213264248184518_2052525371_n

“Quando o Busca Vida surgiu, o som dos carros estava transitando do K7 pro CD, a pinga era servida em garrafas verdes/marrons sem rótulo, o ano 2.000 estava prestes a chegar e os Macacos Sem Pelo dominavam a cidade!

Submersos num mundo rodeado por Recife/Trenchtown/Seattle, vivendo a uma hora de São Paulo e cinco minutos da Zona Rural; os grupos/artistas da cidade/região: Gorpiava, Dani Ninni, Ladalaia, Bolácumpaia, Leptospirose, Vitrola Sintética, e os já citados Macacos Sem Pelo, achavam o Busca Vida o melhor lugar do mundo e estavam sempre por ali. Naquele tempo, o Galpão não tinha o costume de receber shows, mas como a fogueira estava sempre acesa e era comum alguém ter um violão no carro, o som começou a rolar e não demorou muito para amplificarem tudo e a coisa pegar fogo. Foi assim que surgiu o glorioso MEIA NOITE SE IMPROVISA – que nesta data específica – convidou toda essa rapaziada de 15/20 anos atrás pra fazer uma jam.”

 

Artistas já convidados:

 

Tatá Aeroplano:18622637_1546185835416502_7300700856987049175_n
Tatá Aeroplano é músico, compositor, DJ e andarilho urbano. Sua vida é totalmente regida pela canções que cria e pelos discos que grava. Em 2014 lançou o álbum confessional “Na Loucura & Na Lucidez”, produzido por Dustan Gallas e Junior Boca, gravado no estúdio Minduca, do Bruno Buarque, a mesma turma que produziu e gravou o disco homônino e agora lançam o novo disco “Step Psicodélico”, que cairá na rede em junho de 2016. Os discos podem ser baixados no site: http://www.tataaeroplano.com.br
Em 2014 e 2015, Aeroplano fez shows com seu diversos projetos musiciais culminando com uma turnê ano passado em Portugal, dentro do projeto “O Bloco”, onde apresentou canções dos seus dois primeiros discos, bem como músicas que gravou com o Cérebro Eletrônico.
Em 2016 lançou no primeiro semestre seu terceiro disco, intitulado “Step Psicodélico” e em novembro disponibilizou na rede o segundo trabalho do Frito Sampler
Tatá compõe como louco e tem parcerias com uma série de artistas da cena: Bárbara Eugênia, Peri Pane, Dustan Gallas, Junior Boca, Bruno Buarque, Leo Cavalcanti, Juliano Gauche, Gustavo Galo, Fernando Maranho e Trupe Chá de Boldo.
Tatá Aeroplano – Discografia
Frito Sampler – Cosmic Damião 2016
Tatá Aeroplano – Step Psicodélico – 2016
Frito Sampler – “Aladins Bakunins” – 2015
Tatá Aeroplano – “Na Loucura & Na Lucidez” – 2014
Cérebro Eletrônico – “Vamos Pro Quarto!” – 2013
Tatá Aeroplano – Tatá Aeroplano – 2012
Cérebro Eletrônico – “Deus e o Diabo no Liquidificador” – 2010
Jumbo Elektro – “Terrorist!?” – 2009
Cérebro Eletrônico – “Pareço Moderno” – 2008
Jumbo Elektro – “Freak to Meet You” – 2004
Cérebro Eletrônico – “Onda Hibrída Ressonante” – 2004


Felipe Antunes:E aqui vai mais um dos músicos que se apresentarão no próximo dia 10 de junho, no Meia Noite Se Improvisa – Especial 20 anos!!! É com alegria que apresentamos
Felipe Antunes, 34, é pesquisador, músico, compositor e vocalista da banda Vitrola Sintética. O grupo lançou em 2015 seu terceiro disco, “Sintético”, que os levou a ser indicado em 2 categorias gerais do Grammy Latino: Melhor Artista Revelação e Melhor Engenharia de Gravação. Em 2016, foi novamente indicado, na categoria “Melhor Canção Alternativa”, como compositor do single “Deus”, lançado pelo compacto vinil “Vitrola Sintética – Sintético B”. Também em 2016 lançou o álbum-livro solo “Lâmina”, pelo Projeto Prata da Casa do Sesc Pompéia. Na academia já defendeu mestrado e doutorado – e esta finalizando um pós-doutorado – em Ciência Aplicada aos Materiais. Além disso trabalha atualmente na direção e criação de trilhas para teatro e cinema.

 

 

 

Marcos Leite Till:18767592_1496442827087161_1927581202085469774_nIniciou-se na música aos 13 anos. Estudou música no Conservatório de Tatuí e no Conservatório Groove em São Paulo. Toca sintetizador e baixo no TIGRE e no DRUQUES. Criador da SAD RAVE festa de música eletrônica dark em São Paulo, se apresenta como dj sob o nome MERMAID SLUT e assina as artes e videos de todos os seus projetos como Mwiimr™, sigla para ‘Milky Way Is In My Room’. Ministrou aulas de música para crianças de 1 – 7 anos e tem um histórico extenso de musicalização e trilha sonora para teatro e espetáculos de acrobacias aéreas. Atualmente se dedica a sua nova banda ainda em segredo.

18740537_1553144471387305_2024516363176506559_n

Fernando Maranho: É músico e compositor.
No ano de 2000 formou o Cérebro Eletrônico junto ao músico Tatá Aeroplano. O duo, que trazia elementos de tropicália com música eletrônica, ganhou destaque em diversas mídias especializadas durante o seu período de mais de anos de atividade.
A banda tocou por praticamente todo o país, tanto em festivais de grande porte como o TIM Festival, Planeta Terra, Abril pro Rock, Bananada e SeRasgum como em casas noturnas históricas do underground como Studio SP e Fun House. Em 2006 foram convidados para tocar em Barcelona, no festival Brasil no Ar.
Durante a caminhada do Cérebro Eletrônico foi criado, em 2004, o projeto paralelo Jumbo Elektro, onde Fernando Maranho adotou o pseudônimo de Dr. Gory, e tocava com sua máscara de macaco em alusão ao vilão homônimo de Spectreman. O Jumbo Elektro teve sua história de sucesso em paralelo ao Cérebro, tornando-se banda cult do cenário independente brasileiro e tendo um enorme destaque em mídia impressa e televisiva. O primeiro disco da banda ficou entre os melhores do ano em diversos jornais, revistas e programas de televisão. Seu clipe Freak Cat foi indicado ao VMB, da MTV Brasil, em 2005.
Coproduziu, gravou guitarras, violões, fez programações eletrônicas, backing vocals, sintetizadores, entre outros instrumentos, e possui composições em todos os CDs do Cérebro Eletrônico: Onda Híbrida Ressonante (2003), Pareço Moderno (2008), Deus e o Diabo no Liquidificador (2010) e Vamos pro Quarto (2013).
Com o Jumbo Elektro, gravou guitarras e backing vocals, além de ser parceiro em diversas composições nos discos Freak to Meet You (2004) e Terrorist?! (2009).
Em 2012, Fernando gravou o disco e fez parte da banda da atriz e cantora Mayana Moura. Participou, também, com o Cérebro Eletrônico e Jumbo Elektro de coletâneas em homenagem a Ataulfo Alves e Odair José, respectivamente.
Fernando Maranho também é designer digital e chegou a produzir alguns videoclipes de suas bandas como Os Astronautas e Egyptian Birinights. Um deles, Freak to Meet You, foi vencedor do 2º Iguatemi Filmefashion, categoria videoclipe, em 2007. Também produziu as capas e os encartes e website dos discos Pareço Moderno, Deus e o Diabo no Liquidificador e Vamos pro Quarto, do Cérebro Eletrônico.
Atualmente é líder do power trio bragantino LOROMUDO, guitarrista do músico Daniel Viana e está apresentando seu primeiro disco solo, lançado em 2006, intitulado Hipercubo.
História com o Galpão:
“Frequento o Galpão desde o começo. Na primeira vez que fui, lembro que tinha apenas 2 bancos um forno de pizza e uma geladeira. Neste dia, uns amigos chegaram todos cheio de lama porque haviam atolada o carro na estrada. Pude acompanhar toda sua história, cheguei a fazer um site em flash pro Busca anos atrás, tocar e ver shows incríveis nessa casa que, além de tudo, tem a melhor cachaça e pizza do planeta. No começo do Cérebro, eu o Tatá fizemos uma noite com uns rascunhos do que seria o primeiro disco da banda. Pra vocês terem uma ideia, eu levava meu PC com tela de tubo pra soltar umas bases eletrônicas que a gente fazia. Nessa noite, acho que era carnaval ou sua véspera, o Tatá começou teve a ideia da gente fazer umas marchinhas. Resultado, ficamos tocando a noite toda essas marchinhas. E foi nessa noite que descobri que dá pra fazer um baile de carnaval e fazer o pessoal subir nas mesas pra dança com apenas 3 acordes. Tenho muito carinho por essa noite em especial. E viva o Busca!”

 

 

18870978_10213376650274500_500765331_n

Ronadim Ladalaia: Apaixonado por cantar, aventurou-se aos 8 anos de idade a participar do concurso de Mais Bela Voz Infantil do Programa do Chacrinha, vencendo por duas vezes consecutivas o que potencializou a paixão pela Música e ressaltou sensação ímpar da conexão com algo Maior. Embora os caminhos da vida o levassem a outros trabalhos anos se passaram e o canto permaneceu mantendo sua positividade. Final dos anos 90, se encontrou com os amigos Alexandre Lora, Douglas Lora e Paulinho Paes e descobriram através da Música uma grande força em Jam sessions nas montanhas de Atibaia. Assim, nasce o Ladalaia.
Os encontros musicais atraíam amigos e o público foi crescendo… até que foram convidados a encontros maiores. Com releituras de sons inspiradores a energia se fortaleceu, o que motivou a criação de músicas autorais.
Em sincronia com essa alta frequência foram recebidos por um lugar vibrante que era novidade na região, o Galpão Busca Vida. A parceria inicia-se no “Meia noite se improvisa”, a partir daí vieram noites inesquecíveis! Unir a trilha sonora ao espaço fez tudo ir às alturas! A força dessa história traz alegria e Pulsa intensamente dentro de todos os irmãos Ladalaia.

 

 

18670936_1488806851184092_4084904162972531840_n

Juliano Polimeno: Ele já foi músico. Membro da banda Macacos Sem Pelo, tocou durante alguns anos na noite bragantina até se mudar para São Paulo e passar a atuar nos bastidores da música. Hoje é Sócio Fundador e CEO da Playax (http://playax.com), empresa de análise de dados e desenvolvimento de audiência musical. Foi Gerente de Marketing e Produto da distribuidora digital ONErpm e fundou a empresa de serviços musicais Phonobase que ganhou notoriedade pelo desenvolvimento de estratégias digitais inovadoras para artistas como Cérebro Eletronico, Luisa Maita, Passo Torto, Fabio Góes, Meno Del Picchia, entre outros. É membro do conselho consultivo da SIM São Paulo e palestrante nos principais eventos de música do país.

 

 

 

 

João Guilherme Della Vechia:18835710_1555366987831720_6531329619099322877_n
nasceu nos Estados Unidos e mora no Brasil, em Bragança Paulista, desde 1984. Começou a tocar baixo elétrico com treze anos de idade e aos quinze já tocava profissionalmente em bandas na sua cidade. Formado em Engenharia Agronômica pela Universidade de São Paulo, trabalhou em projetos de educação ambiental através da música em comunidades ribeirinhas. Durante sua graduação estudou música no Conservatório de Tatuí, um dos mais renomados centros de estudos musicais do país. Atualmente é estudante de graduação do curso de Educação Musical na Universidade Federal de São Carlos. Foi e professor de baixo da escola de música Jardim Elétrico em Bragança Paulista e atua como professor de música do Ensino Fundamental II na Escola Viverde de Educação Básica, na mesma cidade. Integrou bandas de diferentes estilos musicais como samba, reggae e forró. Tocou com Bando de Maria, Trio Virgulino, Dominguinhos, Patife Band. É baixista da banda Leptospirose, com quem gravou vários discos e fez shows e turnes em todas as regiões do Brasil, nos principais festivais de música independente como Abril Pro Rock, Goiania Noise Fest, Festival Mundo, Festival Maionese e Morrostock. Fez turnes na Europa passando por Espanha, França, Alemanha, Holanda e Polônia, também tocou em países da América do Sul como Argentina e Uruguai.

 

 

BiBo Calzavar:18624397_10213256473390153_657337502_n
“Iniciou seus estudos bateristicos aos treze anos, desde então acompanhou alguns projetos e bandas autorais como os Macacos sem pêlo, Governofobia e Demozi trio, sua historia no Galpão é de um bragantino que se sente em casa, curtindo o lugar e as vezes tocando lá também, sempre bem acolhido pelos responsáveis. Dedica-se à produção de textos e musicas independentes”

 

 

Dani Ninni:
Compositora, influenciada pela paixão musical dentro da família, participou dos primeiros movimentos musicais do Busca Vida. Com Tata, Ju Polimeno, Meninho e demais músicos que frequentavam o Galpão, dividia o violão em volta da fogueira até as 6 da manhã.
Aprimorou seus conhecimentos na escola Groove em São Paulo e descobriu que a música estaria presente, porém não profissionalmente. Hoje é diretora de uma empresa em Bragança, tem dois filhos e apesar de estar distante do palco por mais de 15 anos, ainda mantém a música dentro do seu coração.

 

Ana Roberta:
Ana Roberta é artista visual, toca baixo e gaita na banda Novos Veganos, atua em São Paulo e Bragança Paulista. Participa da cena artística de Bragança a mais de 20 anos. Fez parte da Pangeia Geral e Núcleo Natri juntamente com Tatá Aeroplano.

 

18928193_10213376537271675_1061713933_n

Serginho Batera:Baterista a 27 anos já tocou por todas as regiões do Brasil, América do Sul e Europa com a banda Leptospirose. Atualmente toca com Leptospirose, Drakula, Falsos Conejos e LOROMUDO. Priorizando sempre sons autorais. Professor de música durante 8 anos na Escola de Música Jardim Elétrico e agora da aula em sua própria residência. Contato: Instagram @serginho_batera

 

 

 

 

 

 

 

Zé Pi:19021655_10213389495275617_300152876_n
Zé Pi é um jovem músico, compositor e produtor musical, formado em comunicação social pela PUC-
SP. Vocalista e guitarrista, formou a banda Druques em 2005. O
primeiro disco Druques (2006) foi lançado pelo selo Reco Head, e teve boa repercussão. Em 2008,
lançou um novo single da banda intitulado Não Assim, pelo selo Phonobase, num formato inédito no
mercado, que trazia a faixa musical e um clipe dirigido por Marcelo Mesquita (diretor do filme Cidade
Cinza, de 2013). O single foi lançado pela DeckDisc, na coletânea “Sacolão do Rock”.
Como guitarrista tocou até 2011 com a banda instrumental-eletrônica Tigre Dente De Sabre; gravou
nos discos Pareço Moderno (2008) da banda Cérebro Eletrônico; Terrorist?!(2009) da banda Jumbo
Elektro; Macaco Sem Pelo (2013) do Meno Del Picchia; e no disco Asa (2014) do Gustavo Galo.
De 2008 a 2012, foi músico,e compositor das trilhas do Teatro Oficina. Nestes 4
anos integrou peças como Os Bandidos, As Bacantes, e Cacilda Uma Estrela Brasileira a vagar, de
Zé Celso Martinez Correa, excursionando pelo Brasil e pela Europa.
Como intérprete, Zé Pi fez uma participação especial no disco Efêmera (2010), de Tulipa Ruiz,
dividindo os vocais da faixa Só Sei Dançar Com Você. A música foi uma das mais celebradas do
disco e integrou a trilha da novela Cheias de Charme (2012, Rede Globo).
Após a intensa fase no Teatro Oficina, lançou o segundo álbum da banda Druques, Nuvem Negra
(2012), sendo apontado pela Billboard como um dos principais álbuns do ano. O álbum teve
lançamento virtual no programa Jô Soares, com transmissão do clipe de Não Assim. Neste ano, a
banda também participou da edição do programa Som Brasil (Rede Globo) em homenagem ao rock 80.
Em Julho de 2015 Zé Pi lançou seu primeiro disco solo, intitulado “Rizar” (YBmusic).

Márcio Camargo:

Eles vem com tudo com 20 anos de história!

DJs:
DaviDa:12719295_10208798899509832_4946528858265279348_o

Fernanda Ferrari e Marina Salles18766724_1494751063923004_1522867732260797788_oFernanda e a Marina: criadas no contexto artístico/cultural/absurdo de Brag, hoje as meninas assimilam isso enquanto circulam pela São Paulo batendo cabeça com o Shazam na mão. 100% freestyle e passando por caminhos tortuosos, elas vão te sacudir de Le Tigre a Roberto Carlos enquanto manipulam o fenômeno BATIDA POR MINUTO.

Teremos degustação de Busca Vida para os amigos brindarem!
Esperamos por vocês!

Pontos de Venda

Bragança Paulista:

Galpão Busca Vida

Restaurante Fresco

Chocolatti Nicolatti

Kallahary

Chilli Beans Bragança Paulista

Atibaia:

Loja 775

Piracaia:

Posto Gas One