Forró no Escuro

f Share

25 de novembro

Abertura da casa: 20:00 H

Horário do show: 23:59 H


Ingresso antecipado: R$ 25,00

Ingresso na porta: R$ 60,00


Ingresso na porta - estudante: R$ 30,00

✦✦ FORRÓ NO ESCURO ✦✦
Vamos ter mais uma noite bem escuro e deliciosa para dançar livremente, em nossa pista tocará muito Forró e suas vertentes brasileiras!

 

O grupo Filpo Ribeiro e a Feira do Rolo surgiu da necessidade do músico Filpo Ribeiro em dar
continuidade à sua pesquisa em torno do universo da rabeca, processo iniciado com o grupo Pé de Mulambo. Com
o fim deste último, juntou-se ao músico e produtor paulistano Marcos Alma (com quem já havia produzido os dois
CDs do Pé de Mulambo) para iniciar o novo projeto. A formação ficou completa com a chegada dos paraibanos
Guegué Medeiros e Diogo Duarte.
O trabalho é essencialmente autoral, tendo ainda releituras de canções de domínio público e de artistas
consagrados como Jackson do Pandeiro, Dominguinhos, Zé Ramalho e Alceu Valença. A sonoridade explora os
timbres de instrumentos peculiares como a rabeca, viola de 10 cordas dinâmica, trompete e pífanos,
acompanhados por zabumba triângulo e baixo. As composições e arranjos se inspiram em gêneros que marcaram
a formação musical de Filpo Ribeiro, sobretudo os alguns ritmos nordestinos como o forró, coco, o repertório das
bandas de pífano, samba de roda, e outros mais ligados à cultura caipira e caiçara do sudeste como o fandango
caiçara, reiada (folia de reis), romaria do divino e lundus do norte mineiro.
O primeiro CD, intitulado Contos de beira d’água tem seu lançamento em 2017, com músicas de Filpo,
Marcos, Guegué além de parceiros como o paraibano Ricardo Ribeiro, o fandangueiro caiçara Vlad (de
Cananéia/SP) e o cantor e compositor recifense Nilton Júnior, do grupo Coco de Toré Pandeiro do Mestre. O disco
foi contemplado pelo edital ProAc da Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo, resultando, além da gravação,
em atividades como shows de lançamento e oficinas por diversas cidades.
A versatilidade dos músicos é um dos elementos que abre um interessante leque de possibilidades
sonoras. Nos shows e principalmente no CD, os músicos se revezam em vários instrumentos: Filpo canta e toca
rabeca, viola, marimbau, pífano, violão e guitarra; Marcos Alma que é pianista de formação, toca baixo, rhodes,
banjo-cavaco, guitarra; Guegué toca zabumba, “percuteria” e bateria; Diogo Duarte, trompetista de ofício, toca
triângulo, pífano, trompete e ainda assume alguns vocais ao longo do show.
O grupo já tem presença constante no cenário paulista de forró, se apresentando no interior e capital nas
principais casas do gênero como Canto da Ema (São Paulo), Remelexo (São Paulo), Casa São Jorge (Campinas),
Brasuca (Campinas). Também tem circulado nas unidades do SESC SP e em eventos e festivais ligados à cultura
popular e ao ciclo junino. Em 2015 esteve na programação da Virada Cultural da cidade de São Paulo.

➨ Abertura: 20H30

✦✦ Nos Toca Discos✦✦
DJ`s Fernanda Ferrari e Marina
Fernanda Ferrari e Marina
DJ’s Marina e Fernanda: criadas no contexto artístico/cultural/absurdo de bragança, hoje as meninas assimilam isso enquanto circulam pela São Paulo batendo cabeça com o Shazam na mão. 100% freestyle e passando por caminhos tortuosos, elas vão te sacudir de Le Tigre a Roberto Carlos enquanto manipulam o fenômeno BATIDA POR MINUTO

✦✦ No Palco ✦✦

Confirmado ➨ Filpo e a Feira do Rolo
www.facebook.com/filpoeafeira

✦✦ LOCAL ✦✦
Galpão Busca Vida

✦✦ Apoio Cultural ✦✦
Busca Vida

Pontos de Venda

Bragança Paulista:

Galpão Busca Vida

Restaurante Fresco

Chocolatti Nicolatti

Kallahary

Chilli Beans Bragança Paulista

Cervejaria Bragantina

Atibaia:

Loja 775

Piracaia:

Posto Gas One